FALE CONOSCO    |  CADASTRO     

Frágeis Mestres do Disfarce (Parte 1 de 3)



Olhando atentamente, podemos perceber uma forma diferente entre as esponjas. Com mais atenção percebemos um focinho alongado e uma delicada cauda preênsil. Estamos diante do mais interessante de todos os peixes dos mares tropicais e temperados: o cavalo marinho. Cavalos marinhos (gênero Hippocampus) são peixes ósseos da família Syngnathidae, a mesma família dos peixes cachimbo e dragões marinhos (Leafy Sea Dragons). Além da boca fundida em forma de tubo, os peixes desta família apresentam uma característica única, onde após a fertilização dos ovos, os mesmos são carregados pelos machos durante toda a incubação. Por isso dizemos que os cavalos marinhos machos ficam "grávidos".

Os Hippocampus habitam locais rasos e abrigados, normalmente manguezais, recifes de coral e leitos de grama marinha. Utilizam sua cauda preênsil para ancorar-se em estruturas como raízes de árvores de manguezal, corais, esponjas e estruturas semelhantes. Raramente aventuram-se a nadar acima do substrato. Sua coloração mimética algumas vezes pode ser mudada para cores extremamente brilhantes como laranja, vermelho ou amarelo. Convém ressaltar, que esta grande variedade de cores, não distingue espécies. Aparentemente, qualquer cavalo marinho pode adotar qualquer um desses padrões de coloração, de acordo com a ocasião, como interações sociais, acasalamento, mudanças drásticas no habitat etc. Essa coloração críptica, somada à estranha forma de seu corpo faz com que os cavalos marinhos tornem-se praticamente invisíveis em seu habitat.

   

Ramon Noguchi
Biólogo Marinho
Instrutor Especialista PADI # 195028

Foto: Keidy Beranger
PL.Divers Team

Você gostaria de saber mais sobre vida marinha?? Faça seu curso de Marine Life agora! :)

Maiores informações : pldivers@pldivers.com.br